Como remover vírus do Facebook

Sim eles existem. Os “vírus” de Facebook. Quem nunca viu comentários de um amigo no face que nitidamente pareciam ser Spam?

face_virus

No início da semana percebi que meu Gmail não carregava, eu só tinha opção html (sem ajax). Achei estranho, mas nada de mais, talvez uma manutenção da Google. O alerta veio quando mensagens começaram a aparecer na minha conta do Facebook. Coisas como livros de dietas e outras tranqueiras. E o pior, marcando meus amigos.

Nitidamente meu computador estava comprometido. Então comecei a buscar, e percebi que era em qualquer máquina que eu acessava. Logo estava ligado em alguma conta minha.

Depois de testar o Firefox e constatar que ele estava livre, só me restou o Chrome :/

O primeiro suspeito já começou fugindo

O Chrome conta com um sistema interessante de extensões, comecei por lá e logo percebi algo errado. Ao acessar Ferramentas > Extensões me deparei com uma tela alterada.

extensions

Ok estamos tratando de uma extensão maliciosa. Depois de alguns testes lembrei que o navegador tem um gerenciador de tarefas, onde eu poderia encerrar a execução de qualquer processo.

Ferramentas > Gerenciador de Tarefas

tarefas

Chrome Storage Pack … esse é o cara.

Assim que encerrei esse processo tudo voltou ao normal. Faltava apenas excluí-lo em definitivo.

Voltando a lista de extensões estava tudo normal

extensions2

Cliquei na lixeira e o Chrome Storage Pack a.k.a “vírus” foi removido do meu navegador.

Vou ficar atento a qualquer comportamento anormal essas semanas.

Remover todos as pastas .git recursivamente

Nem sempre posso disponibilizar meus códigos para o cliente em um repositório git.

Apesar de sempre usar durante o desenvolvimento, enviar todo o histórico do projeto aumenta bastante o tamanho em disco. No  meu último job um projeto com 120mb, tinha na verdade 26 de código com as bibliotecas.

A solução foi apagar as pastas .git antes de compactar os códigos.

Dentro da pasta do projeto execute:

find . | grep .git | xargs rm -rf

Se tiver usando svn é a mesma coisa

find . | grep .svn | xargs rm -rf

PHPRio Talks: O Retorno

PHPRio Talks Agosto/13

Depois de um tempo parado, senti falta de rever o PHPRio e conhecer gente nova. Nada melhor do que marcar um PHPRio Talks, encontro onde os próprios membros da comunidade compartilham suas experiencias no formato de palestras.

Nos reunimos em um sábado(24/08) no auditório do SINDPD-RJ, sempre com uma ótima infraestrutura onde podemos contar com ambiente climatizado, projetor e internet.

A tarde começou com a palestra do Hugo Leonardo com o título “Tarefa dada é tarefa cumprida. Gerenciando tarefas com PHP, Geaman e Supervisor” onde ele tratou de explicar como enviar e executar tarefas baseadas em filas.

Slides: http://slid.es/hugoleodev/phprio-talks-2013

Em seguida, André Pfeiffer pode tratar do seu dia-a-dia de trabalho dando consultoria em código legado e como fazer “PHP com código limpo”. Dicas extraordinárias.

Sildes: http://www.slideshare.net/apfeiffer76/php-com-codigo-limpo

Para finalizar eu falei sobre plataformas de hospedagem como serviços (PaaS). Foi um discussão interessante, pois a platéia era formada por alguns SysAdmins que puderam contribuir com comparativos aos serviços da Amazon (AWS) e seus novo PaaS, AWS Elastic Beanstalk.

Slides: http://www.slideshare.net/jaguarnet7/paas-em-php

Ao final Eliane Domingues comentou sobre iniciativas de software livre e como é possível uma empresa patrocinar o desenvolvimento dessas ferramentas como forma de devolver a comunidade e até autopromoção.

Não poderia de deixar agradecer aos palestrantes por compartilharem seus conhecimentos e a Eliane Domingos por ceder o espaço e ainda tirar umas fotos :) Pretendo realizar o encontro de bimensal, então em outubro tem mais.

Resenha: A Startup Enxuta

lean-startup

Sempre fui um cara cheio de ideias, tanto envolvendo coisas profissionais como apenas para diversão, não é a toa que gosto de ser desenvolvedor. Mas ultimamente venho escutando o seguinte comentário de diversas pessoas:

Uma ideia vale muito pouco sem alguém para executar.

Essa frase parece que foi escrita para mim, pois percebi que sou um criativo, não um executor. Então decidi virar o jogo.
Foi que então que recebi de amigos a indicação para ler o livro A Startup Enxuta (The Lean Startup) de Eric Ries, e foi com esse espírito que comecei minha leitura.

Estrutura

O autor foi extremamente didático na organização do livro. Eu que não tenho background na área de administração e consegui aproveitar bastante do conteúdo. O livro é dividido em três partes: Visão, Direção e Aceleração explicadas a seguir. Outro atrativo foram as histórias para contextualizar o aprendizado, algumas citando empresas bem atuais como Dropbox, Facebook, Kodak, IMVU, HP, Zappos e não poderia faltar a Toyota. Muitas informações tem fontes em sites e revistas que podem ser verificadas pelos links contidos no livro.

Definições

Na primeira parte, Visão, somos apresentados a diversos conceitos do ponto de vista do autor, sendo a definição sobre startup a mais importante:

Uma startup é uma instituição humana projetada para criar novos produtos e serviços sob condições de extrema incerteza.

Pude reparar que a palavra chave de uma startup é a incerteza. O empreendedor deve aceitar que ele não tem certeza de uma ação até que ela seja aplicada e seus resultados medidos. A aplicação de métodos científicos faz-se muito interessante nesse contexto.

Por meio de um experimento, aqui chamado de MVP (minimum viable product), apresenta-se nossas suposições aos clientes reais. Depois de recolher os dados de feedback podemos assim atingir ao aprendizado validado, que é uma certeza com base em testes não apenas empírica.

Direção é o título da segunda parte. Nela foi analisado o método lean startup em detalhes, mostrando o ciclo do feedback: construir-medir-aprender. Por meio da suposição dos atos de fé, passando pela contabilidade associada a inovação, o empreendedor pode decidir pivotar ou perseverar em seu caminho.

Já na última parte, Aceleração o autor toca em situações que os empreendedores passarão depois de consolidar a startup, tais como tamanho das entregas, adaptação a mudanças, crescimento sustentável, manter a inovação. Tudo isso com o intuito de preservar o espirito de startup mesmo sendo uma empresa de grandes proporções.

Startup fora da garagem

O livro deixa bem claro que uma startup não necessariamente é uma “empresa de garagem”, ou como dizemos aqui no Brasil, “empresa de fundo de quintal”. O conceito de Lean Startup pode ser usado dentro de empresas grandes e consolidadas, ONGs e até no Governo. Basta para isso ter uma equipe independente agindo sobre um cenário de extrema incerteza. Fiquei bem motivado em saber que posso aplicar esses ensinamentos sem largar meu trabalho atual.

Fascínio total

Comecei a ler e não consegui parar, essa foi a verdade. Não só entendi a proposta como concordei com cada ponto. Realmente estudei com calma os tópicos. O próximo passo é colocar um MVP na praça para validar meu aprendizado.

Recomendo a leitura para aqueles que querem colocar seus sonhos no mundo real e não sabem por onde começar.

Hackathon no Rio de Janeiro focado em PHP

galera do geeks on mocha hackathon O Geeks on Mocha Hackathon tem nova data definida, 17 e 18 de Agosto e essa edição é totalmente focada na linguagem PHP.

Para quem nunca participou, um hackathon é a evento onde desenvolvedores, designers, front-ends, empreendedores e toda galera interessada se reúne para criar um projeto completo em grupo com ajuda de mentores experientes.

É uma ótima oportunidade para iniciantes e veteranos aprenderem com um projeto real, ampliar seu networking e trazer para o mundo real aquela ideia que só existia no papel.

O foco é o PHP e os frameworks CakePHP, Yii, Symfony, Zend e Code Igniter. Se você já os conhece ótimo, se não, pode aproveitar a oportunidade de testar em demandas reais.

Não bastasse, nessa edição teremos distribuição de prêmios aos primeiros colocados.

O que falta para você formar uma equipe e participar?

http://www.geeksonmocha.com/

PS. Estou montando uma equipe, deixe seu comentário

 

Como instalar java oracle no ubuntu 13.04

Decidi sair da zona de conforto do Ubuntu 12.04 LTS(?!) para experimentar a nova versão do Ubuntu 13.04 (Raring Ringtail) lançada no último dia 25 de Abril.

ubuntu-13-04-a-k-a-raring-ringtail

Como os sites de home bank e outras ferramentas exigem a instalação do Java da Oracle decidi documentar a instalação.

Vá para o terminal e siga os passos:

Adicionar repositório

sudo add-apt-repository ppa:webupd8team/java

Atualizar definições

sudo apt-get update

Instalação propriamente dita

sudo apt-get install oracle-jdk7-installer

Caso não tenha ocorrido nenhum erro a instalação pode ser verificada com o comando

java -version 

Agora o que interessa. No navegador acesse http://www.java.com/pt_BR/download/testjava.jsp e confira a mensagem de confirmando a instalação do plugin java. Caso não funcione, reinicie o navegador.

Pronto agora você já pode acessar sites como o do Bando do Brasil que exige a plugin Java da Oracle.

9 Podcasts sobre Desenvolvimento Web que você deveria acompanhar

Conversando com uma amiga sobre “tempo livre”, perguntei quais podcasts ela acompanhava, e para minha surpresa, ela não acompanhava nenhum. Mandei então um artigo com alguns podcasts sobre Tecnologia, Internet e Desenvolvimento Web que escuto, então reparei que tem novidades nessa lista que compartilho com vocês:

1. Castálio PodCast

Com o objetivo de entrevistar e ao mesmo tempo apresentar pessoas e projetos que sejam fonte de inspiração para os ouvintes, este podcast trará uma nova figura Brasileira que será sabatinada de todos os ângulos para o seu deleite!   Feed

2. DatabaseCast

Primeiro podcast brasileiro sobre banco de dados. Mauro Pichiliani e Wagner Crivelini falam sobre banco de dados, programação, administração, dados, carreira, mercado, SQL Server, Oracle, MySQL, PostgreSQL, NoSQL, DB2, Informix, Sybase e diversos outros assuntos da área de tecnologia voltados para o desenvolvimento de aplicações. Feed

3. WeRgeeks Podcast

Bem descontraído, a galera do WeRgeeks produz esse ótimo podcast focado em tecnologia em geral. Só tome cuidado com a boca suja dos apresentadores. Feed

4. PodSemFio

Podcast semanal sobre tecnologia móvel, com reviews de aparelhos, soluções e dicas para melhorar sua produtividade no dia-a-dia apresentado por Vinícius Lobo e a Garota Sem Fio.  Feed

5. Desconferência

Projeto informal com a missão de comentar assuntos ligados ao desenvolvimento web de forma descontraída, seja front-end ou back-end. É feito por profissionais conhecidos da área e conta sempre com excelentes convidados. Feed

6. BlogCast

Melhor material em áudio para a galera que quer rentabilizar o seu blog (aka. Probloggers). Aqui você pode aprender as técnicas aplicadas pelos editores do blog FerramentasBlog. Feed

7. MochileiroCast

Tanto para o iniciante, que quer começar a trabalhar com WebRedes Sociais,SEO etc, até o profissional que está em busca de atualização e novos truques para somar à sua carreira. A tecnologia do dia-a-dia tratada de maneira simples e descontraída. Feed

8. Opencast

Levar ao conhecimento de todos tudo o que o software livre tem para oferecer e como ele pode facilitar a vida é o objetivo deste podcast, produzido pelo blog Ubuntero. Podemos perceber ao acompanhar os episódios que o Linux não tem apenas a vantagem de ser gratuito, mais sim, atender as necessidades de seus usuários sem força-los a comprar uma súper-máquina. Feed

9. Void Podcast

Sem regras, sem periodicidade, sem pretensões: enfim, sem retorno de valor. A intenção é disponibilizar um registro, sem compromissos, de uma conversa que poderia ser presenciada em qualquer bar. Feed

Ficou interessado em ter o seu próprio podcast?

Aproveite também a Revista Blogosfera Edição 4, dedicada a produção de podcasts. Quem sabe o seu futuro podcast pode virar referência na área de Tecnologia.

Recomento ler também o artigo Podcasts de Tecnolocia, Internet e Desenvolvimento Web, que traz uma lista mais genérica de podcasts.